Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

The Pólis

The Pólis

  • Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

  • Coisas que o Avante conseguiu até agora

    logo_share.png

     

    O famigerado festival comunista Avante! tem estado na ribalta, com maior intensidade de há uns dias para cá, mas praticamente desde que os comunistas anunciaram que o iam manter apesar da pandemia.
    Há semelhança do que fizeram com as celebrações do 1º de maio, o PCP justificou dizendo que a luta não para durante a pandemia e como tal, mais que nunca estas celebrações são necessárias.
    Desde aí, por teimosia, orgulho ou fanatismo cego o PCP tem insistido em marrar contra a parede. Esta habitual firmeza na sua posição, colocou-os numa posição de "lose-lose". Tanto insistiram em esticar a corda, que agora qualquer que seja o desfecho, será sempre negativo para o PCP. A sua rigidez é característica da forma como encaram a atividade política, no entanto este foi um caso em que essa rigidez foi a sua pior inimiga.

    Um partido dito "normal" não poderia tapar os ouvidos, ignorar a população e avançar com posições que demonstram que olham para o país através do partido em vez de olharem para o partido através do país.

    Com isto, a Festa ainda nem se realizou e o Partido Comunista já conseguiu bastantes feitos, não propriamente agradáveis para os objetivos do partido.

    - Depois de nas últimas Autárquicas ter perdido Câmaras Municipais no distrito de Setúbal, conseguiu colocar mais uma na corda bamba, tendo a população do Seixal a manifestar-se publicamente contra o partido e o "Avante!". As eleições são já em 2021;


    - Aumentando mais o alcance geográfico da indignação, pode-se mesmo dizer que em todo o distrito, que tanto foi afetado pelas medidas escíficas do Governo ao longo da pandemia, não há grande apoio ao PCP nesta matéria. Se se fizessem aquelas sondagens de popularidade, aposto que seriam o partido a perder mais pontos;

    -A tal situação "lose-lose" de que falei: Neste momento, se cancelassem a festa, seria uma derrota e demonstraria fraqueza ao mesmo tempo que passavam a imagem de que não tinham razão quanto aos motivos para a realizarem. Ao prosseguirem com a usa realização, demonstram-se frios perante crise sanitária envolvente e que afeta bastante o Seixal, passando a imagem de casmurrice e cegueira ideológica - cenário que só tende a piorar se os casos aumentarem a seguir ao evento;

    -Conseguiu lançar uma bomba de oxigénio aos partidos à direita e até mesmo ao PS a nível local. A política não é para meninos, e estes partidos sentiram o "cheiro a sangue" vindo do partido que não desgruda das câmaras do distrito. Têm estado unidos e focados em não deixar cair este tema, pois já se aperceberam de que deste modo conseguem fragilizar seriamente a imagem do PCP junto do eleitorado. Esta semana a direita só compete pela liderança da luta contra o PCP e o "Avante!", pois quem a liderar ganha um maior ímpeto para as Autárquicas;

    - Reforçam a ideia de que à esquerda do PS, há uma alternativa responsável e ponderada chamada Bloco de Esquerda. O BE durante muito tempo esteve atrás do PCP por não usufruir do seu prestígio, mas agora cada vez mais se distancia dos clássicos comunistas, passando uma imagem de Esquerda Moderna vs Esquerda Retrógada (Não esquecer que a defesa do PCP face às críticas do Avante se têm limitado às mesmas acusações de anticomunismo e fascismo de sempre) O Partido Comunista se voltar a apanhar o BE em termos de resultados eleitorais, será única e exclusivamente por demérito do Bloco.

    Futuramente, o PCP poderá ainda vir a conseguir abraçar a imagem de oportunista, se aprovar o Orçamento de Estado ao Partido Socialista, pois este último tem sido estranhamente brando quanto à Festa do "Avante!" e às caricatas posições dos comunistas durante esta pandemia. Toda a gente já suspeita de uma operação de charme de António Costa. Só o tempo o dirá.